Compartilhando

17 de julho de 2007

Não é nada disso que estás monitorando, eu posso explicar

Filed under: Uncategorized — vergaranunes @ 01:47

Com tantas reportagens divulgadas na internet, ninguém pode dizer que não sabe que o Google sabe tudo. O Google sabe coisas que a gente nem imagina… no começo eu ficava de boca aberta por perceber que ele sabia coisas que eu imaginava!

Bem, mas o problema este do monitoramento de tudo que a gente faz no PC deixa uma pessoa em maus lençóis se faz uma bobagem como eu fiz outro dia.

Fiz uma busca no Google ao mesmo tempo que localizava alguns lugares no Google Earth. Até tudo bem, não fosse eu estar buscando as palavras “bomba caseira” e o lugar que eu tentava visualizar era o aeroporto de Bagdá. Sem dúvida, um terrorista.

Ocorre que costumo fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo no computador, e naquele momento eu explicava a uma amiga a riqueza de detalhes que o Google Earth tem em vários lugares no mundo em contraposição à péssima imagem de lugares talvez pouco interessantes (para quem colhe as imagens), como é o caso da minha cidade ou outras daqui da vizinhança. Dei exemplos de grandes cidades dos EUA assim como algumas da Europa (lembrei daquelas pessoas na volta da Torre Eiffel). Por curiosidade, para confirmar uma hipótese, eu disse que possivelmente o Google Earth apresentaria imagens nítidas do Iraque… e assim fui até lá, e encontrei o aeroporto…

Enquanto isso, em outra janela, estava eu tentando concretizar uma idéia aqui para minha casa, para evitar alagamentos com as fortes chuvas. Sabia que o governo federal tinha um projeto no Nordeste de construção de cisternas que coletam a água da chuva e que é retirada do depósito com “bombas caseiras” feitas de canos de pvc de forma bem simples. Eu queria aprender como fazer isso, pois pretendia depositar a água da chuva em uma cisterna e depois bombear dali de maneira bem caseira.

Antes que a Interpol ou CIA chegasse aqui, tratei de melhorar minha busca, escrevendo “bomba d’água caseira” “cisterna” “nordeste”…

Até hoje estou aqui. (E nunca cheguei a construir a bomba caseira.)

Anúncios

1 Comentário »

  1. Essa da bomba foi perigosa.

    Comentário por cainanunes — 1 de agosto de 2007 @ 03:30 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: